Novo centro de saúde vai ficar perto do MiniPreço nas Águas Santas

0
7335
notícias das Caldas
A zona dos supermercados Aldi, Minipreço e E. Leclerc vai passar a ter mais movimento e obrigará a uma reformulação do serviço do Toma |DR

O novo centro de saúde, que vai albergar a USF Rainha D. Leonor, será construído no lugar de Salgados (Águas Santas), na freguesia de Santo Onofre, perto do canil municipal, num terreno que fica na lateral direita do supermercado MiniPreço. A previsão é de que abra portas em 2018.

De acordo com a autarquia, que cedeu o terreno, o equipamento irá servir mais de 15 mil utentes. A área bruta de construção prevista é de 1.123 m2.
No actual Centro de Saúde de Caldas estão instaladas as unidades de saúde familiar Bordallo Pinheiro e Rainha D. Leonor e a UCSP (Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados), além dos serviços administrativos da sede da ACES (Agrupamento de Centros de Saúde). No total, trabalham neste edifício cerca de 90 pessoas, que passarão a 70 quando a USF Rainha D. Leonor passar para as futuras instalações.
Segundo Ana Pisco, directora executiva do ACES, tal irá permitir uma reorganização dos serviços, que disporão de mais espaço. Ou seja, o centro de saúde de Sto. Onofre vai beneficiar todos os utentes: os do futuro centro e os do edifício actual, que poderá proporcionar um melhor serviço.
O projecto, que será elaborado pela autarquia, deverá estar concluído no fim de Março, sendo o município também responsável por acompanhar a obra.

NOVAS CONSULTAS

A falta de recursos humanos tem levado o ACES a soluções mais criativas. A instituição assinou recentemente um protocolo com o IPO para consultas de Teledermatologia, nas quais se fazem fotografias de alta definição de lesões na pele, que são enviadas para Lisboa, recebendo-se depois a indicação sobre o encaminhamento a dar ao doente: tratamento local, cirurgia ou acompanhamento no IPO.
Também no centro de saúde caldense é agora possível, uma vez por mês, proporcionar consultas de Telenefrologia (doença do rim) através de videoconferência, em que o doente é acompanhado por um médico local e um especialista do Hospital de Santa Maria.
Novas consultas há também em Pedopsiquiatria, mas estas com a presença física de especialistas, também do Santa Maria, que se deslocam às Caldas da Rainha uma vez por mês.