A cantora Mila Ferreira vista pela objectiva de Uli Schmidt

0
1041
Uli Schmidt e Mila Ferreira
Uli Schmidt e Mila Ferreira na mostra que pode ser vista até ao final do mês | Natacha Narciso

A Galeria do espaço Turismo acolhe desde 30 de Setembro a exposição Mila Ferreira in Concert – Impressões Fotográficas de Uli Schmidt. A cantora caldense veio à inauguração desta mostra do fotógrafo alemão que reúne 30 fotografias, registadas nas suas actuações “Bonsoir Paris”. A mostra pode ser vista até ao final de Outubro.

 


O casal Uli e Isolde Schmidt estavam na plateia do CCC, em 2013, quando Mila Ferreira trouxe à sua terra natal o concerto “Bonsoir Paris”. A interpretação da caldense “entusiasmou-nos devido à sua personalidade, autenticidade e ao seu empenho físico”, disse o fotógrafo que, juntamente com a mulher, integra a associação Edith Piaf, em Paris. Já tinham ouvido muitas versões da cantora francesa, mas ficaram impressionados com a voz, e sobretudo a interpretação, de Mila Ferreira.
Como é fotógrafo, o alemão Uli Schmidt contactou a artista e, a partir de então, tornou-se numa espécie de fotógrafo oficial dos concertos que Mila dedica à canção gaulesa.
Ao todo são 30 as fotografias que se encontram agora na galeria do Posto de Turismo e foram registadas entre 2013 e 2017 em várias salas de espectáculos. Referem-se unicamente a momentos de interpretação da cantora.
As fotografias captam momentos rápidos durante os concertos e dão aos observadores a possibilidade de os apreciar calmamente. O autor, que se divide entre a Alemanha e o a região Oeste em Portugal, pretende mostrar “o engajamento e a empatia que existem quando se canta com coração e alma”.
A mostra é uma homenagem a Mila Ferreira que, para Uli Schmidt, “é também uma embaixadora da cultura europeia”.

“Uma forte ligação emocional às Caldas”

Mila Ferreira marcou presença nesta exposição onde é retratada. “Tenho uma forte ligação emocional às Caldas. Aqui vivi a minha juventude e adquiri o meu conhecimento artístico de base”, disse a cantora, que nasceu em Minde e veio para as Caldas em bebé. É também cá que vive a sua mãe, que tem 84 anos, e por isso “esta é e sempre foi a minha terra”.
Mila Ferreira ficou muito feliz quando Uli Schmidt se propôs a fotografar os seus concertos relativos aos temas franceses. “Canto canções francesas desde os 15 anos”, revelou a artista, que chegou a cantar em bares de Lisboa enquanto cursava Direito. “Há cinco anos, o meu marido desafiou-me a voltar a entoar canções francesas”, disse Mila Ferreira, acrescentando que tem levado este repertório a várias salas do país e também a França. No ano passado foi gravado o álbum Bonsoir Paris.
A cantora,  que salientou o talento do alemão para fotografar, também costuma animar as festas da comunidade francesa que vive na região Oeste.
Estas 30 fotografias são mostradas em público pela primeira vez numa exposição-venda. Seis delas são a preto e branco. A mostra está patente até 28 de Outubro na Galeria do Espaço Turismo.