Prédios em frente à EDP vão ser recuperados

0
7041
Gazeta das Caldas

Os prédios em frente à EDP, que pertenciam ao banco Santander que ficou com eles após a falência do empreiteiro, foram agora vendidos a um fundo de investimento e vão ser recuperados e postos à venda.
O novo proprietário é a Finangeste SA (um fundo de investimento lisboeta que possui uma carteira de imóveis mal-parados), que contratou a empresa caldense Civilforma para elaborar os projectos de arquitectura e especialidades de forma a adequar os cinco blocos (com 173 apartamentos e sete lojas) às exigências legais e de conforto exigidas hoje em dia.
O objectivo é aproveitar o bom momento do mercado imobiliário e executar as obras no mínimo tempo possível, para depois colocar as casas e lojas à venda.
Aquele empreendimento, localizado numa zona muito contestada pois situa-se em leito de cheia, estava abandonado há mais de dez anos. O que havia nos apartamentos foi roubado e vandalizado. Entretanto já foi feita uma limpeza e colocados vigilantes 24 horas por dia.